PROJETO MAN IN BLACK // SEMANA 52 - missmoon

PROJETO MAN IN BLACK // SEMANA 52

by - dezembro 31, 2017

Hey, amigos!!
Ao som de Out Among the Stars, álbum inédito de Johnny Cash, lançado em 25 de março de 2014, eescrevo o último post do ano e aquele que finaliza o #projetomaninblack! Cash gravou esse disco com Billy Sherrill, no início dos anos 80, pela Columbia Records que nunca o lançou e ainda desapareceu com o álbum, quando o abandonou em 1986. O que ninguém sabia era que Johnny e sua mulher, June, conseguiram guardar as fitas com as gravações.

Segundo John Carter, filho do casal que encontrou as fitas, seus pais nunca jogavam nada fora. "Eles guardaram tudo em suas vidas. Eles tinham um arquivo que tinha de tudo, desde as fitas de áudio originais do 'Johnny Cash Show' até coisas aleatórias, como uma sela de camelo, um presente do príncipe da Arábia Saudita", contou em entrevista.

10 anos após a morte do Homem de Preto, o disco chegou como um alento aos fãs saudosos dele. Publicado pela Sony, Out Among the Stars traz uma coleção de 12 músicas com um canto sóbrio, poderoso e emocional, embora Cash estivesse novamente lutando para pra se livrar da dependência química, naquela época. Em Cash: uma autobiografia, ele admitiu que, à medida que suas vendas caíram, nos anos 80, ele tornou-se apático e que muitas vezes recorreu a alguns hábitos destrutivos. Lembrando suas sessões com o produtor Billy Sherrill ele escreveu ainda: "Nós tentamos, mas certamente não damos o melhor". 



Lendo isso você poderia esperar que Out Among the Stars fosse um compilado monótono e desinteressado de quem apenas cumpria um contrato com a gravadora, mas não; o que temos é um registro com peso, complexidade e um humor sombrio fascinante. O álbum começa, estrategicamente, com uma história violenta. Na faixa que dá nome ao disco, um cara azarado, fracassado moralmente, comete uma estranha forma de suicídio; deliberadamente arruinando, ele entra numa loja de conveniência e espera que a polícia o mate, assim ele se livrará de seu fardo e sentirá um grande alívio. E ela traz frases emblemáticas, que nos tocam profundamente:

"The evening news carried all the details, He dies in every living room in town..." // "O noticiário da noite traz todos os detalhes, ele morre em cada sala na cidade..."

Tal como acontece com a maioria dos álbuns Cash, este varia entre estilos, incluindo um dueto em Honky-Tonk com Waylon Jennings em "I'm Movin 'On" (de Hank Snow), e "If I Told You Who It Was", uma canção sobre um fã que tem uma aventura com sua "estrela country favorita" depois que ele a encontra parada na estrada por conta de pneu furado. Na suave balada tocada com base no evangelho "I Came to Believe", uma das duas músicas que Cash escreveu aqui, ele mostra Deus como a única salvação para uma vida de desespero. É difícil dizer se essas gravações foram lançadas como Cash parecia ter idealizado, porque elas foram alteradas. Foram incluídos ali outros instrumentos, incluindo violão Dobro e fiddles. Particularmente, eu gostei bastante do resultado.

Dou destaque ainda para "She Used to Love Me a Lot" que começa com sentimentos de esperança e termina em um remorso magnífico. A canção conta a história de um homem e de uma mulher que se reencontram depois de um longo tempo. Ela o amava muito e ele a abandou. Enquanto ele imagina que o destino iria o unir novamente, é a vez dela de dizer adeus e deixá-lo plantado para sofrer. 

Cash cantava sobre pessoas que tropeçavam - o que ele muitas vezes experimentara também. Sua sensibilidade fazia com que fosse fácil pra gente se identificar com suas músicas e admirá-lo tanto. Quando o escutei pela primeira vez num LP coletânea do meu pai, lá pelos 10 anos de idade, não sabia o que ele dizia na canção Big River, mas, a partir dali, meu amor por aquela voz só cresceria imensamente. Era, sobretudo, a voz e aquele jeito de cantar que me encantaram. Como bem disse sua mãe, a senhora Carrie Cloveree, ele tinha o dom. Sempre e difícil expressar o quanto me emociono com cada capítulo da história dele, com cada acorde de seu violão, ou com cada nota de sua voz. 

É impossível traduzir a emoção que senti ao escrever cada post nessas 52 semanas do #projetomaninblack, mas posso afirmar que é muito gratificante pra mim poder homenagear alguém que me ajudou tanto nos momentos bons quanto nos momentos ruins da minha vida. E é nesse tom de agradecimento que me despeço com o coração cheio de alegria por contar pra vocês desse amor tão imenso que carrego comigo.
- DISCOGRAFIA 04 - 

LP - Out Among the Stars, 21 de março de 2014 (Sony Music Entertainment)


Tracklist
1. Baby Ride Easy | 2. She Used To Love Me A Lot | 3. After All | 4. I'm Movin' On | 5. If I Told You | 6. Who It Was | 7. Call Your Mother | 8. I Drove Her Out Of My Mind | 9. Tennessee | 10. Rock And Roll Shoes | 11. Don't You Think It's Come Our Time | 12. I Came To Believe | (Bônus) She Used To Love Me A Lot (JC/EC Version) 

Quero agradecer a todo mundo que acompanhou o projeto até aqui, seja deixando um comentário carinhoso ou mesmo em silêncio; quem tirou um tempinho para visitar os links sugeridos, conhecer as canções ou ouvir novamente Johnny Cash. 


Muio obrigada e até o próximo post! Tenha certeza que o Homem de Preto sempre terá um lugar especial nesse blog!

+ infos:
Sobre o projeto: https://goo.gl/Fa4YCx
Features news, discography, forum, chat, timeline, FAQ, pictures, merchandise, radio online and shop online | cash's official site: johnnycash.com 

You May Also Like

15 comentários

  1. Oportunidade incrível pra ouvir música boa. Tenha um ótimo dia, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi
    fui no youtube escutar uma música dele e curti, confesso que não conhecia o canto, mas achei interessante o projeto.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Acredita que não conhecia esse álbum? Ouvirei sem dúvida!
    Respondendo ao seu comentário lá no blog, desejo a mesma coisa a você e em dobro!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  4. Cara, acho que eu nunca tinha visto o rosto do Johnny Cash até esse post, e se vi, não lembrava HAHA sério! Ainda não conhecia o álbum, mas que demais isso de eles terem guardado tudo em fitas, foram espertos, né? Vou dar uma escutada nas músicas depois pra ver se curto!
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom saber que um dos meu objetivos com o projeto foi alcançado Obrigada, Gaby!

      Excluir
  5. Quando se tem uma ótima música a gente vai longe divagando e amando.

    Abraços,
    Natalia
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  6. Nem sei como é possível mas só há coisa de uns 2 anos é que conheci este cantor. E que belas músicas ele tem. :)
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito de Johnny Cash. O cantor era sensacional.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  8. cool post!
    Please visit my Blog!

    http://www.alessabernal.com/

    Alessa Bernal

    ResponderExcluir
  9. Que dica boa...Escutei uma música dele e gostei, confesso que não conhecia.

    Dani Ramos
    https://donaengenhosa.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Que legal esse projeto :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Neila! Como já comentei aqui, passando pra dizer que tem postagem nova lá. Tenha um ótimo dia, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

É muito bom ter você por aqui! Não deixe de compartilhar sua opinião comigo! ❤