CALENDÁRIO LUNAR 2018 // PORQUE VOCÊ DEVE TER UM

12/23/2017

Hey, amigos!
Continuando os preparativos para 2018, hoje vou falar um pouco sobre a importância de seguir o calendário lunar. Sei que bastante gente não dá a mínima para isso, mas em contra partida há outro montão que liga, sim. Há ainda aquelas pessoas que não estão muito certas da eficácia e seguem em dúvida se acreditam ou não, faz uma associação do seu cotidiano com a Lua. Bom, eu faço parte dos que seguem fielmente esse método - contei nesse post aqui - e pra mim, dá muito certo. 

Esse ano decidi não comprar a Mandala, primeiro por conta da grana mesmo, depois porque não me adaptei às página não pautadas dela. Não tenho coordenação motora e sofro de um tique com coisas tortas, era um horror e ficava muito estressada. Fora essa parte ela é muito completa! Traz informações valiosas sobre os ciclos lunares e nossa interação com eles. Se quiser conhecer o modelo 2018, que tá ainda mais caprichado e completo, clica aqui.

Para se ter uma ideia, a Lua se move 1º a cada 2 horas e devido a este intenso movimento, atribui-se à ela o domínio sobre todas as atividades da natureza e do homem, que sofrem grande variação com ciclos rápidos e que se completam numa curta duração. No nosso sistema solar, a Lua é o corpo celeste que se movimenta com mais rapidez. A cada 28 dias ela perfaz uma volta completa em torno da Terra e percorre 360º do zodíaco. A cada 07 dias ela muda de fase. A cada 02 dias e meio atravessa um signo inteiro e em pouca horas visita outros planetas, fazendo e desfazendo aspectos e ângulos com eles. Ufa, é muita atividade!

Devido à força gravitacional que exerce sobre a Terra, a Lua atua sobre o volume, o fluxo e refluxo dos líquidos e das águas existentes sobre a Terra, nas camadas subterrâneas - pressionando o interior da Terra, no interior dos vegetais. Perceba que isso está totalmente interligados com atividades ligadas diretamente à natureza, como a agricultura e a pesca, por exemplo.

A fertilidade, as emoções, a saúde, os negócios...

Desde os nosso ancestrais, a Lua representa o Princípio Feminino. Tem-se nela o arquétipo da mulher. Ela tem sua significação na mãe com sua capacidade de fecundar, gestar, proteger e nutrir. Atribui-se também à ela o regência sobre todos os processos e formas de fertilidade e nutrição. Partos, gravidez, gestação, concepção - estão todos sob a área de influência da Lua. Ela também atua sobre o metabolismo, apetite, assimilação dos alimentos e dos líquidos no organismo e, portanto, sobre o processo de se ganhar, manter ou perder peso. Dependendo do signo em que a Lua se encontra, aspectos formados com outros planetas e sua fase até o tipo de consumo e preferência de alimentos são alterados.


Certamente você já ouviu a por aí a frase "fulana é de Lua". Isso não é à toa, pois é esse astro que dá o tom emocional do dia da gente.  Ele causa um grande impacto sobre o comportamento humano, sobre o humor das massas e sobre o estado de ânimo coletivo. A sensibilidade, as reações, e as flutuações emocionais das pessoas são reflexos em grande parte dos movimentos da Lua. Dependendo de algumas posições que ela ocupa no Céu, faz com que nos sintamos mais receptivos, encorajados, melancólicos, fechados ou pessimistas.

O comércio, os setores de entretenimento e lazer e todas as atividades que dependem diretamente de público são as mais sensíveis ás influências da Lua e sofrem as naturais oscilações e bom lembrar que isso independe da nossa vontade. Eu mesma estou iniciando um novo projeto e aguardei pacientemente a Lua Nova pra isso, porque eu preciso muito que dê certo. Por isso, para se fechar negócios, pedir aumento, procurar emprego, apresentar projetos, divulgar uma ideia ou um serviço, começar um trabalho, pedir empréstimo, cobrar dívidas, assinar contratos, realizar cirurgias, comprar e vender e outras atividades que são relacionadas é muito importante fazê-lo sob uma Lua favorável.

Em que fase estamos? Identificando cada uma delas

Identificar cada fase lunar é muito fácil!

Lua Nova: essa fase, talvez seja mais difícil de identificar apenas olhando para o céu. Esse é o primeiro ciclo e a dificuldade está no fato dela não estar tão visível. É aquele momento em que costuma-se dizer que "não tem Lua" ou "noite sem Lua".  Por ser visível apenas um fino feixe de luz. Esse é um ótimo período para começar novos projetos, atividades e colocar em prática tudo aquilo que você já tinha em mente há algum tempo. É o momento ideal para arriscar. Lembra do meu projeto que citei no início do post, ele vai começar nessa fase!

Lua Crescente: a segunda é muito fácil de se identificar. Ao olha para a Lua verá que ela está aumentando a visibilidade e em seu ápice - o quarto  crescente - ela já será uma metade completa. Quer fazer algo para durar? Então faça durante esse período! É hora de trabalhar pensando no futuro. Evite dívidas e tudo aquilo que não quer que se arraste durante muito tempo.

Lua Cheia: essa é a fase mais famosa e mais amada arrisco dizer, pois as pessoas costumam manifestam sua admiração fortemente. É ou não é comum a gente ver fotos e mais fotos - na maioria uma tentativa de uma boa foto haha presente! - por aí? E, sim, ela é a faze mais fácil de reconhecer. A Lua se mostra no ápice da iluminação e em um círculo completo. A lua cheia é sempre muito inspiradora no sentido amoroso, mas também propicia o lado profissional. Se tem algo interrompido, essa é a melhor altura para dar continuidade. 

Lua Minguante: a última fase do ciclo lunar, caracterizada por um semicírculo no sentido contrário ao da lua crescente, é perfeita para encerramentos. É o momento de desacelerar, refletir, reavaliar. Os novos passos devem ser deixados para as outras fases. Nesta, opte por planejar. Limpezas em geral, inclusive as energéticas são potencializadas nesse momento. Os três últimos dias da Lua Minguante é o que chamamos de Lua Negra. Para que costuma fazer ritos de banimento esse é o melhor período sem dúvida.  

Como eu disse, vale lembrar que cada fase dura 7 dias e cada lunação, 28 dias. Essas descrições de cada fase fica como informações mesmo porque estamos praticamente em 2018 e com as tecnologias temos estudos que já preveem as datas certinhas de cada fase no período que desejar saber. A minha dica - que vou fazer no meu novo planner - é criar um calendário manual.

Gente, é desenhar um ó com o copo, então acho que vai dar muito certo! haha Aliado a isso, vou imprimir um calendário lindo disponibilizado pela Jessica, do Intuitive Collective. Em tamanho A4 e formato pdf, é possível imprimir e afixar onde quiser. Eu vou colocar no meu mural, pra ficar bem acessível. 

Para baixar o calendário: Blog (em inglês)
Para inspirar no lunar journal: Youtube

Você também pode gostar

3 comentários

  1. Gente, que post interessante! Eu nem sabia que existia esse calendário, a única coisa que eu ligava que tem ligação com a lua é em qual signo ela tá no momento, sabe? Vou pesquisar sobre esse calendário lunar e ler mais sobre!
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
  2. Que incrivel esse post! Finalmente percebi que não estava dando devida importancia para a lua haha! Eu sempre me importei com Luas para cortar meu cabelo, que segundo minha familia infuluenciava muito e tal, mas nada mais que isso. Não sabia que existia calendário disso não haha! Que bom que deixou o link, vou baixar sim <3 ahh, primeira vez por aqui e já apaixonada pelo cantinho!

    Simplesmente Criativa

    ResponderExcluir
  3. Eu sou daqueles que acreditam na influência dos astros em nossas vidas. Ainda não investi com tanto afinco em organizar minhas atividades levando em consideração um calendário lunar, mas é bem interessante a ideia. Feliz 2018.

    ResponderExcluir

É muito bom ter você por aqui! Não deixe de compartilhar sua opinião comigo! ❤